Pregadores… números, cores e formas!

28-08-15

Atividade e Brincadeira para trabalhar associação de imagens e cor. Criança vai parear e encontrar respectiva figura ou cor em conjunto exercitar a coordenação motora fina. Força de pinça de preensão para apertar o pregador.

Material:

– Pregador

– Palito de sorvete grande

– Canetinha ou tinta guache

Modo de fazer:

–  Fazer desenho no palito de sorvete usando canetinha

– Faça o desenho no pregador

– Você pode fazer círculos coloridos com tinta guache no palito de sorvete

– Pintar as respectivas cores nos pregadores.

Como Brincar:

– Ofereça o pregador para criança e peça para reconheça a figura semelhante que está desenha no palito.

– Peça para criança apertar o pregador e prender em cima da figura correta. Vai ser um bom exercício de fortalecimento de pinça!

– Você pode fazer essa brincadeira usando números.

Anúncios

Manejo comportamental de crianças com Transtornos do Espectro do Autismo em condição de inclusão escola – Guia de orientação a professores

montagemCapaManejoInclusaoEscolar
Laís Pereira Khoury e colaboradores
ISBN: 978-85-7954-053-0
Formato: PDF
54 páginas

Para baixar gratuitamente esta obra, acesse o link AQUI

Memnon

Esta obra traz orientações para professores sobre o manejo comportamental de crianças com Transtornos do Espectro do Autismo em condição de inclusão escolar.

SUMÁRIO

Transtornos do Espectro do autismo

– Definição

– Problemas de comunicação, de interação social e de comportamento

– Dificuldades em habilidades cognitivas

– Dificuldades em habilidades de teoria da mente

Orientações a professores sobre a inclusão escolar e os Transtornos do Espectro do Autismo

– Como a Análise Aplicada do Comportamento pode ajudar o professor na avaliação e no manejo de problemas de comportamento nos TEA

– Tipos de comportamentos inadequados de maior prevalência em crianças e adolescentes com TEA

– Orientações a professores para manejo comportamental em sala de aula baseadas na Análise do Comportamento

Tartarugas marinhas! Veja como é fácil divertir as crianças!

21-08-15

 

Material:

– EVA

– garrafa PET

– tinta cola colorida

– Para preencher o casco da tartaruga: areia colorida, botões, pedrinha coloridas, algodão e outros.

Modo de fazer:

– faça o desenho de uma tartaruga no EVA e recorte

– Recorte o fundo da garrafa pet

– Depois escolha o material que vai desejar colocar no casco e cole na tartaruga. E está pronta a sua tartaruga!

– Você pode fazer desenhos no casco da tartaruga com tinta cola colorida. Desenhar a boca, olho e nariz!

Como brincar:

– Este brinquedo é perfeito para bebês e crianças pequenas.

– Que estão desenvolvendo exploração do brincar.

– Pode ser usado como chocaho.

– Trabalhe estimulação sensorial tátil, visual e auditiva.

– Coloque as tartarugas dentro de uma bacia com água. As crianças vão adorar ver a tartaruga nadar.

– Deixe as tartarugas no tapete e estimule para criança engatinhar.

Projeto de Leitura com inclusão de todas as deficiências!

Instalação mostra as diferentes possibilidades de leitura acessível

Claudia Werneck, da Escola de Gente, escreveu o livro ‘Sonhos do Dia’ e mostra que é possível garantir que todos tenham acesso à informação

Livro Sonhos do Dia, escrito por Claudia Werneck: instalação mostra as diferentes formas de se "ler" um livro (Foto: Globo)O Livro Sonhos do Dia também tem versões em animação e audiodescrição 

Um belo dia, a menina Cláudia viu pela televisão as imagens marcantes dos astronautas norte-americanos pisando na Lua pela primeira vez. Ela ficou tão impressionada com aquilo, que decidiu escrever uma carta para eles. Até aí, tudo bem. Mas o que ela não esperava, mesmo, é que eles iriam responder! Cláudia ficou tão feliz e tão realizada com o retorno que, depois desse episódio em sua vida, passou a acreditar que tudo era possível.

A menina cresceu e se tornou uma mulher cheia de garra e de vontade. Cláudia Werneck é fundadora da Escola de Gente e trabalha para realizar outro sonho: fazer do Brasil um país mais inclusivo.

Para ajudar sua missão, Cláudia escreveu o livro “Sonhos do Dia” que, no Centro Cultural Banco do Brasil do Rio de Janeiro, se transformou em uma instalação.

Lá, as crianças podem ler o livro de diferentes maneiras: em braile; através de legendas e Libras, com o livro transportado para um DVD; através do som, em CD, entre outras formas, além da versão em papel.

Baixe o Mecdaisy, software que permite a produção de livros em formato digital acessível

— Essa instalação é uma prova de que é possível praticar leitura acessível no Brasil, que é possível garantir acesso a todas as crianças, independentemente do modo que elas são. Se leem ou se não leem, se sonham ou se não sonham, se enxergam ou se não enxergam.   — explica Claudia.

Fonte: http://redeglobo.globo.com/como-sera/noticia/2015/08/instalacao-em-cartaz-no-ccbb-rj-mostra-diferentes-formas-de-se-ler.html

Orientações para promoção de saúde mental e qualidade de vida em pais e seus filhos com Síndrome de Williams

montagemCapa-148x148
Maria Aparecida Fernandes Martin e colaboradores
ISBN: 978-85-7954-073-8
Formato: PDF
108 páginas

Para download gratuito, acesse o link: http://www.memnon.com.br/swilliams/

1. Definição e caracterização da Síndrome de Williams

2. Saúde mental em pais de crianças com Síndrome de Williams

3. Estilos parentais e habilidades sociais de pais de crianças com Síndrome de Williams

4. Identificação dos principais eventos estressores e geradores de ansiedade e depressão em pais de crianças com Síndrome de Williams

5. Orientação para profissionais de saúde mental sobre dificuldades emocionais e necessidade de suporte aos pais de crianças com Síndrome de Williams

6. Orientações para pais e cuidadores de crianças com Síndrome de Williams visando a melhorar o suporte social e a qualidade de vida

7. Proposta de um programa de suporte socioemocional para promoção de saúde mental em pais e seus filhos com Síndrome de Williams

Anexo: Guia de suporte familiar, treino de práticas parentais e habilidades sociais para pais de crianças e adolescentes com Síndrome de Williams

Participe VII Congresso Brasileiro e V Congresso Internacional da Sociedade Nacional de Fisioterapia Esportiva – 2015

images (2)

Em novembro de 2003, na Universidade Metodista em São Bernardo do Campo – SP, nasceu a SONAFE, por meio da assembleia de fundação desta sociedade sem fins lucrativos, da qual participaram vinte profissionais da fisioterapia esportiva de diversas regiões do país.

A SONAFE tem como principais objetivos incentivar a educação continuada do sócio, por meio da realização de CONGRESSOS, reuniões científicas periódicas regionais, da formalização de convênios com associações internacionais e revistas científicas, além do fortalecimento do PROFISIONAL, bem como incentivando os sócios a fazerem parte de fato da Sociedade e a serem expoentes científicos da categoria.

Nossa missão, em resumo, é: CAPACITAÇÃO E QUALIFICAÇÃO TÉCNICO-CIENTÍFICO DO FISOTERAPEUTA ESPORTIVO.

Entre os sócios estão desde fisioterapeutas de renome que atuam em seleções nacionais e grandes clubes brasileiros, passando por pesquisadores de universidades brasileiras e também fisioterapeutas que tratam de atletas amadores dentro de suas clínicas privadas.

A atual diretoria, em conjunto com o Coffito, promove provas de especialidade que atingem um maior número de profissionais, pois tais provas são realizadas, no mesmo dia, no país inteiro. Assim, para tornar-se sócio da Sonafe, bem como um especialista da fisioterapia esportiva, o fisioterapeuta terá que realizar a prova nacional de especialidade, a qual será certificada pela Sonafe e, após tal certificação, poderá ser registrada pelo Conselho Federal.

O Evento

De 30 de outubro a 02 de novembro, a cidade de Florianópolis vai sediar o mais importante evento brasileiro na área de fisioterapia esportiva. Um encontro que mobilizará profissionais, estudantes pesquisadores e interessados na melhor qualidade da fisioterapia esportiva.

Expectativa de Público

São esperados, nesta que será a sétima edição, aproximadamente 700 participantes.

Foto: Fisioterapeuta e Paciente

Público Alvo

O evento irá receber fisioterapeutas de renome que atuam em seleções nacionais e grandes clubes brasileiros, passando por pesquisadores de universidades brasileiras e também fisioterapeutas que tratam de atletas amadores dentro de suas clínicas privadas, além de estudantes de educação física e demais profissionais interessados pela fisioterapia esportiva.

Inscrição: http://www.sonafe2015.com.br/sonafe

Associação Brasileira de Neurologia, Psiquiatria Infantil e Profissões Afins (ABENEPI) – XXII Congresso Nacional e III Congresso Internacional

slide-congresso-abenepi-2015-rv-mais

Associação Brasileira de Neurologia, Psiquiatria Infantil e Profissões Afins (ABENEPI) vem, por meio do seu XXII Congresso Nacional e III Congresso Internacional, mostrar que a sua história se consolida cada vez mais no cenário científico. Trata-se da Associação mais antiga do Brasil, completados 46 anos, e a primeira na América Latina a agregar a interdisciplinaridade, envolvendo outros profissionais como componentes básicos de seu corpo associativo. Este ano se renova mais uma vez, trazendo o XXIII Congreso de La Academía Iberoamericana de Neurología Pediatrica (AINP) e o XX Congreso de La Federación Latino-americana de Psiquiatria (FLAPIA), para fazer conjunto ao seu programa, que visa divulgar as ciências que embasam a neurologia e a psiquiatria do país.

As três associações, juntas pela primeira vez no Brasil, mostrarão a força e a forma sobre como os problemas neuropsiquiátricos da infância e adolescência vem sendo trabalhados, pesquisados e abordados a partir dos mais diferentes caminhos no mundo das evidencias científicas. Quanto caminhamos! Mas há inúmeras e imensas possibilidades de darmos maiores e melhores passos para o conhecimento da criança e do adolescente, em todos os seus aspectos.

Propusemo-nos a pesquisar os direitos à Saúde, Escola, Educação e Família dessa população, além de outros aspectos. Estes direitos estão sendo respeitados? Como estamos atuando nestas diferentes áreas, em termos de avanços tecnológicos nos diagnósticos, tratamentos, processos interventivos e de reabilitação e na qualidade de vida?

Assim, a ABENEPI, AINP e FLAPIA se organizam em um momento único, reunindo pessoas de alto gabarito para responder a estas e outras perguntas, além de, talvez, nos mostrar como a força da união pode transpor e transcender aquilo que esperam de todos nós, profissionais da saúde, que devemos querer que a criança se desenvolva bem a sua infância e adolescência.

Sylvia Maria CiascaPresidente do Congresso

Inscrições: http://www.abenepicongressos.com.br/