Equilíbrio e Coordenação Motora!

fazendo com a mamãe-4

 

 

Material:

– Garrafa de amaciante;

– Bola de tênis ou bola de jornal (papel amassado e envolvido com durex colorido);

Modo de Fazer:

– Cortar a garrafa;

– Envolver a borda com durex colorido para proteger à criança em relação a acidentes;

– Decorar a garrafa com durex colorido;

Modo de Brincar:

– Jogue a bola para criança;

– Segurando a garrafa a criança precisa coordenar o movimento, para que a bola caia dentro da garrafa.

Variações:

– Você pode começar jogando a bola em uma distancia curta, depois só do lado esquerdo, lado direito e depois alternando os lados. Para verificar a atenção da criança.

 

 

 

 

 

 

 

Anúncios

Exercícios para estimular a Coordenação Motora Fina das Crianças

colando grãos

Coordenação diz respeito aos trabalhos mais finos, aqueles que podem ser executados com o auxilio das mãos e dos dedos, especificamente aqueles com  grande importância entre mãos e olhos. Quando uma criança começa a desenvolver uma boa coordenação motora fina, será comum observar que ela também apresentará uma boa tonicidade muscular nos membros superiores e inferiores. Ela poderá apanhar copos plástico sem derramar, poderá apanhar objetos delicados sem amassá-los, poderá pintar e colorir sem muita força, poderá equilibrar a força necessária para colorir desenhos nas mais diferentes texturas e superfícies.

Atividades que auxiliam o desenvolvimento da coordenação motora fina

Em papel:

1-Cole grãos  em fileiras desenhadas no papel. Pegue uma a um dos grãos, cole-os em cima de uma reta feita de cola no papel. Pegue cada um dos grãs com movimento de pinça da mão. Pegue o grão na ordem crescente ou decrescente em relação ao tamanho. Depois inverta a ordem para que todas as pinças possam ser trabalhadas. Coloque os diferentes grãos (milho, grão-de-bico, feijão e outros) dentro de um potinho para facilitar para criança.

– Se preferir, você poderá fazer esta atividade acima usando fita dupla face, pois a criança poderá colar as sementes instantaneamente.

– Faça com que a criança cole uma fileira inteira com a mão direita. Depois a mesma coisa com a mão esquerda.

-Depois que a criança já fizer isto em linhas retas, tenha o mesmo procedimento com as linhas curas.

-Aproveite a técnica do papel para fazer mosaico.

-Os mosaicos podem ser de: grãos, pedaços de papel rasgado pelas crianças, retalhos de tecidos, gravetos, botões, cacos de cerâmicas e azulejos.

2- Recorte tira de papel de revista com o dedo;

-Recorte quadrado em folhas de revista com o dedo;

-Recorte bolas em folha de revista com o dedo;

-Recorte triângulo em folhas de revista com o dedo;

-Recorte retângulos em folha de revista com o dedo;

-Recorte as mesmas figuras acima em folhas de revista com o dedo, só que em tamanho um pouco maior e cole em uma fola de papel bobina ou manilha.

– Depois recorte todas estas formas com o uso das tesouras de corte reto e em zigue-zague.

Divertindo-se com os números!

fazendo com a mamãe-6

 

Veja como é fácil!

Material:

– Cartolina

– Canetinha

– Régua

– Lego

Modo de fazer:

– Faça uma tabela como o desenho da figura e escreva os números em ordem.

Modo de brincar:

– Pedir para criança identificar o número e colocar o número correspondente de peças de lego.

– Você pode solicitar para que criança faça cada número com uma cor de lego. Por exemplo: pedir para fazer números pares com a cor azul e números ímpares com a cor verde.

 

 

 

Dicas para readaptar a criança ao retorno para escola!

volta-as-aulas_2

– Quinze dias antes da volta às aulas, procure fazer com que a criança durma e acorde mais cedo. Quinze minutos nos primeiros dias, meia hora em outros, uma hora nos dias que antecedem a volta à sala de aula, até que ela esteja readapta no horário escolar.

– Quando a criança está de férias, principalmente quando está viajando, é comum que algumas  refeições sejam puladas ou até substituídas por lanches. Nos últimos dias de folga é importante que os horários para comer sejam respeitados e que nenhuma refeição seja puladas ou substituída.

– Conserve sempre com seus filhos, mostre o quanto é importante voltar para o ritmos e quanto ir à escola é importante para ele, tanto pelos estudos quanto pela socialização com os amigos;

– Procures arrumar o material escolar com antecedência, confirme se o material de uso diário está organizado e preste atenção ao peso da mochila para não prejudicar a coluna do seu filho;

-Estabeleça uma rotina para o horário em que a criança não estará ocupada com a escola e com os deveres de casa: tempo livre para brincar, hora do descanso, hora de assistir TV. A criança também precisa relaxar;

– Faça um balanço do semestre anterior e considere se você não está sobrecarregando a criança. Natação, judô, inglês, espanhol, tudo isso é importante, mas é ainda  mais importante que sejam prazerosos para as crianças, e não um fardo.

volta aulas

X Congresso Norte Nordeste de Terapia Ocupacional

867301e4693_p

O X Congresso Norte Nordeste de Terapia Ocupacional será Pai d’égua! Esta foi a primeira certeza que os membros daABRATO-PA tiveram ao aceitar o desafio de receber o 2° maior evento da Terapia Ocupacional no Brasil. Aceitamos com a convicção de que o trabalho coletivo seria a base de toda a construção. Assim, convidamos profissionais, professores e estudantes para idealizarmos e materializarmos este evento.

Nós, terapeutas ocupacionais do norte e nordeste, há anos contribuímos com a sociedade brasileira no âmbito da assistência, da formação e da produção de conhecimento em Terapia Ocupacional. Há tempos desenvolvemos práticas, saberes e ações ético-políticas que, visam ir além das problemáticas cotidianas, mas que vislumbram o desenvolvimento de uma sociedade mais justa e igualitária.

Sabemos que a trajetória da Terapia Ocupacional no norte e nordeste do país possibilitou o desenvolvimento de singularidades, com problemáticas e potencialidades que requerem formas de pensar e agir, individual e coletivamente. Compreendemos que o caminho percorrido é marcado por conquistas, que perpassam pelo surgimento da categoria em contextos sócio-históricos diversificados e atravessam horizontes, com aprimoramento técnico-científico e ampliação dos campos de atuação.

Hoje, agimos para além dos campos tradicionais da profissão. Atuamos em vários cenários e contextos de cuidado que refletem a complexidade da sociedade atual. Tal característica requer uma atualização constante, não na perspectiva de assimilação e acumulação passiva, mas no ideal de que cada sujeito é professor e aprendiz no seu processo de construção, com suas peculiaridades individuais e coletivas. Esta compreensão faz com que a palavra de ordem do X CONNTO seja Compartilhar. Compartilhar ideias, teorias, pesquisas, experiências e sonhos em prol do fortalecimento da Terapia Ocupacional e no desenvolvimento de uma sociedade melhor para todos.

Para tanto, o congresso terá como tema: “Terapia Ocupacional: diversidade de saberes, práticas e políticas públicas”,com eixos temáticos organizados de forma a abranger as principais temáticas que se apresentam no cotidiano profissional. Oportunizará aos profissionais, docentes, pesquisadores, acadêmicos, gestores, além de palestras, conferências, exposições orais e pôster, experiências e maior interatividade entre os participantes, primando pela troca de conhecimento, por meio de outras estratégias como távolas, projeções, esquetes, cursos e oficinas, etc.

Foi com a intenção de elevar a qualidade dos serviços oferecidos à sociedade, de melhorar a formação de profissionais, de favorecer a inserção do terapeuta ocupacional nas políticas públicas e de ampliar o conhecimento e a valorização da profissão perante a sociedade que o X CONNTO foi idealizado e organizado.

Acesse:  www.connto2014.com.br

original_connto

Workshop Acessibilidade em Cena para Produtores Culturais

destaque_jul14_b

A Fundação Dorina Nowill para Cegos promove no dia 21 de julho o Encontro para Produtores Culturais “Acessibilidade em Cena”. Direcionado aos produtores culturais, profissionais de cinema, produtoras de vídeo e eventos, museólogos e outros da área cultural, o workshop foi idealizado para esclarecer dúvidas, apresentar soluções e informar sobre as possibilidades de tornar ações culturais acessíveis.

As inscrições são limitadas e podem ser feitas gratuitamente até o dia 14/7 no sitehttp://www.fundacaodorina.org.br/o-que-fazemos/cursos-e-palestrasou pelo telefone (11) 5087-0992.

Para enfatizar a acessibilidade em projetos culturais, a Deputada Federal Mara Gabrilli é uma das convidadas e falará sobre “Políticas Públicas e Acessibilidade Cultural – Projetos Culturais para Todos”. O workshop “Acessibilidade em Cena” também abordará tópicos que relacionam a acessibilidade aos desafios e inovações criativas, ao universo infantil e à audiodescrição; a pessoa com deficiência como público de produções culturais; museus e exposições com acessibilidade; politicas públicas, apresentação de cases, além de uma vivência e visita à Fundação Dorina. Os temas estão diretamente ligados a fatores que garantem o acesso de pessoas com deficiência a diferentes espetáculos, shows, exposições e ambientes culturais.

“Queremos sensibilizar e inspirar os produtores culturais para que pensem e insiram a acessibilidade quando surgir uma agenda cultural”, explica Edson Defendi, Assessor em Acessibilidade na Fundação Dorina. “Quando profissionais relacionados à cultura tornam seus projetos acessíveis eles não só ampliam o público ao incluir as pessoas com deficiência, bem como cumprem a Lei de Acessibilidade; ganham credibilidade ao se inscreverem para editais de captação de recursos e incentivos, e participam de um movimento que busca igualdade para todos”.

O workshop é uma realização da Fundação Dorina Nowill para Cegos por meio da área de Soluções em Acessibilidade, responsável por prestar consultoria e indicar serviços e produtos adequados às empresas que querem tornar a sociedade mais inclusiva e igualitária.

Fonte:

http://www.fundacaodorina.org.br/novidades/novidade/?id=2438&/fundacao_promove_encontro_com_produtores_culturais&newsletter=31

Inscrição:

http://www.fundacaodorina.org.br/o-que-fazemos/cursos-e-palestras/curso.php?id=22