Psicologia Junguiana

Coordenador: Prof. Waldemar Magaldi Filho
Início previsto: Março/2014
Periodicidade: Ministrado uma vez por mês, sempre no último sábado do mês, das 9 às 18h.
Público: Todos os profissionais com nível superior.
Carga Horária: 375 horas – Atendimento 120h e Supervisão – 100h são opcionais = 595h
Duração: 25 meses
Conteúdo:

Justificativa:
Esse curso de pós-graduação que titula e forma especialistas em Psicologia Junguiana visa difundir as teorias, práticas e pesquisas da Psicoterapia Analítica de Carl Gustav Jung e de seus sucessores, cujas obras estão sendo alvo de grande interesse na atualidade. Objetivamos oferecer este conhecimento através de aulas expositivas e presenciais, com apostilas ou referências bibliográficas, seguidas de debates e atividades práticas supervisionadas. Atualmente, apesar da crescente demanda para o conhecimento do homem integral em todas as áreas de saúde, constatamos que os cursos do Magistério Superior não estão conseguindo incluir este conteúdo em seus programas oficiais, por outro lado, as sociedades de formação praticam uma seleção econômica desleal devido aos altos custos por elas praticados. Desta forma, este curso vem suprir tanto a demanda de um conhecimento mais profundo sobre a Psicologia Analítica na formação profissional, preferencialmente das áreas de humanas e biológicas, como possibilitar que este conhecimento seja acessível e socializado a um maior número de profissionais e, conseqüentemente, a população que irá se beneficiar deste cuidado.

Objetivos:
Além de objetivarmos proporcionar aos participantes conhecimentos teóricos e práticos desta abordagem terapêutica, no sentido de ampliar os conhecimentos adquiridos na formação universitária padrão, esperamos que, ao final do curso, o aluno seja capaz de: 1) Analisar os princípios fundamentais da teoria Analítica de C.G.Jung e situar-se frente os seus próprios paradigmas. 2) Fazer uso dos procedimentos, métodos e fundamentos da Psicologia Analítica. 3) Aplicar adequadamente os conhecimentos adquiridos, dentro da ética profissional e do digno de ser trabalhado e curado. 4) Proporcionar conhecimentos para a pesquisa teórica-prática em Psicologia Analítica. Nossa proposta é a de ficarmos sempre dentro do pensamento da Psicologia Analítica Clássica, sem corrermos o risco de nos desviar demasiadamente para as correntes desenvolvimentistas ou arquetípicas, apesar de estudarmos muitas contribuições de neo-junguianos contemporâneos de C.G.Jung ou atuais que agregam valor ao seu legado. Porém, buscamos estar sempre consciente de que todas as contribuições partem da base que C.G.Jung nos deixou e que, a nosso ver, ainda é extremamente atual, real e eficaz.

Concepção do Programa:
O curso é destinado a todo aluno com formação superior, preferencialmente das áreas de humanas e biológicas. Porque o conhecimento da psicologia junguiana contribui para que o aluno, atuando em ambientes organizacional, hospitalares, clínicos, educacionais, entre outros, tenha uma excelente ferramenta no sentido de abordar o homem de forma integral, sem deixar de considerar o fato de que a condição humana é o resultado relacional entre os aspectos biológicos, familiares, profissionais, sociais, afetivos, emocionais e espirituais. Com isso, nossos alunos terão competências para reconhecer os possíveis aspectos que estão dissociados e quais os sintomas de adoecimento decorrentes dessa desintegração. Ressaltando que os sintomas de adoecimento podem ser manifestos no corpo, na família, no trabalho, na sociedade, nas relações afetivas e também na dimensão espiritual. Como este curso está sendo ministrado em uma instituição de ensino superior, seu custo, em relação às sociedades de formação, fica mais accessível além de que a nossa instituição oferece, para os alunos graduados em psicologia e medicina, condições para que a abordagem junguiana seja vivenciada em seus aspectos teórico-práticos em nossa clínica de atendimento psicoterápico, seguido de supervisão.

DISCIPLINAS:
1. O Modelo Junguiano – 45 h/a

Ementa:
Aspectos fundamentais e biográficos da vida e obra de Jung, incluindo a visão de homem, mundo e Deus que permeia a sua obra, o conceito de símbolo, angústia vital, consciente e inconsciente e a primeira parte dos fundamentos de Psicologia Analítica, incluindo conceitos de arquétipos, persona, sombra, anima e animus.

Objetivos:
Fundamentar os alunos para que os conceitos básicos da Psicologia Analítica, também chamada de Psicologia Profunda de C. G. Jung, sejam bem consolidados.

Bibliografia:
(Esta é a bibliografia básica de todo o curso e nas próximas disciplinas incluiremos a bibliografia complementar)

  • EDINGER, Edward F. Ego e Arquétipo, SP, Cultrix, 1989
  • HILLMAN, James. Estudos de Psicologia arquetípica, RJ, Achiamé, 1981
  • JAFFÉ, Aniela. O Mito do Significado na Obra de C. G. Jung, SP, Cultrix, 1989
  • JUNG, Carl Gustav. Obras Completas, Petrópolis, Vozes
  • JUNG, Carl Gustav. O Homem e Seus Símbolos, RJ, Nova Fronteira, 1964
  • JUNG, Carl Gustav. Memórias Sonhos e Reflexões, RJ, Nova Fronteira, 1961
  • NEUMANN, Erich. História da Origem da Consciência, SP, Cultrix, 1990
  • SILVEIRA, Nise. Imagens do Inconsciente, RJ, Alambra, 1981
  • VON FRANZ, Marie-Louise, C.G.Jung, Seu Mito em Nossa Época, SP, Cultrix, 1992
  • WHITMONT, Edward C. A Busca do Símbolo, SP, Cultrix, 1994
  • ZWEIG, Connie, e ABRAMS, Jeremiah.(organizadores). Ao Encontro da Sombra, SP, Cultrix, 1994

 

2. Fundamentos de Psicologia Analítica – 45 h/a

Ementa:
Aprofundamento de todos os conceitos fundamentais da Psicologia Analítica, incluindo os tipos e as funções psicológicas, a função transcendente, a energia psíquica, o trabalho com sonhos, o processo de individuação abrangendo as relações do ego com o inconsciente, o Self e o aspecto psicóide dos arquétipos.

Objetivos:
Dar bases teóricas para que os alunos possam transitar confiantes pelo universo da obra junguiana, bem como começar a fazer uso dos principais conceitos desta obra.

Bibliografia:

  • HILLMAN, James. O Código do Ser, RJ, Objetiva, 1997
  • MINDELL, Arnold, O Corpo Onírico, SP, Summus, 1989
  • NEUMANN, Erich. A Criança, SP, Cultrix, 1991
  • SAMUELS, Andrew e Colaboradores. Dicionário Crítico de Análise Junguiana, R J, Imago, 1988
  • SHARP, D. Tipos de personalidade, SP, Cultrix, 1990
  • VON FRANZ, M. L. & HILLMAN, J. A tipologia de Jung, SP, Cultrix, 1990

 

3. Raízes filosóficas, epistemológicas, científicas e religiosas na obra junguiana – 45 h/a

Ementa:
Análise textual e interpretativa da obra junguiana frente as principais correntes filosóficas, científicas e epistemológicas que influenciaram C. G. Jung, abordando a linguagem simbólica e arquetípica das principais tradições religiosas que formam o universo psíquico do homem moderno.

Objetivos:
Fazer com que o aluno compreenda a obra junguiana frente às várias correntes filosóficas, religiões, teorias do conhecimento e a origem da Ciência. Contribuindo para que o senso crítico e ético seja melhor consolidado, além de solidificar os conceitos de arquétipo, inconsciente coletivo e sincronicidade.

Bibliografia:

  • BOLEN, Jean Shinoda. A Sincronicidade e o Tao, SP, Cultrix, 1991
  • CLARKE, J. J. Em Busca de Jung, RJ, Ediouro, 1993
  • FRANZ, Marie-Louise von. Adivinhação e sincronicidade, SP, Cultrix, 1985
  • HILLMAN, James. Suicídio e alma, Petrópolis, Vozes, 1993
  • HILLMAN, James. Uma busca interior em psicologia e religião, SP, Paulinas, 1985
  • PROGROFF, Ira. Jung, Sincronicidade e destino humano, SP, Cultrix, 1989
  • Tuiavii. O Papalagui, SP, Marco Zero. 1987

 

4. Aspectos clínicos da análise junguiana –30 h/a

Ementa:
Reflexões sobre a prática junguiana e as questões transferências, os mecanismos de defesa do ego, o setting e o holding terapêutico, a construção do vínculo, o abuso de poder, além de possibilitar ponderações sobre o sucesso e o fracasso na clínica junguiana.

Objetivos:
Permitir que o aluno reflita e se posicione frente às questões transferências, encontrando, de acordo com o seu tipo e sua função psicologia, o modos operante mais harmonioso para a sua atuação profissional e existencial.

Bibliografia:

  • GUGGENBÜHL-CRAIG,
  • Adolf. O abuso do poder na psicoterapia e na medicina, serviço social, sacerdócio e magistério. RJ, Achiamé, 1978
  • SANFORD, J. Os Parceiros Invisíveis, SP, Paulus, 1986
  • STEIN, Robert. Incesto e amor humano, SP, Símbolo, 1978
  • STEINBVERG, Warren. Aspectos Clínicos da Terapia Junguiana, SP, Cultrix, 1992

 

5. Psicopatologia e a mitologia como ferramenta simbólica –30 h/a

Ementa:
Aspectos psicopatológicos e a mitologia como ferramenta de ampliação e de entendimento das dinâmicas psíquicas em busca da cura da alma.

Objetivos:
Proporcionar aos alunos uma formação teórica e capacitação frente aos diagnósticos psicopatológicos, bem como capacitá-los na utilização de mitos e de contos de fadas como ferramenta de trabalho nas mais diferentes demandas psíquicas.

Bibliografia:

  • BRANDÃO, Junito de Souza. Mitologia Grega, Petrópolis, Vozes, 1989
  • CAMPBELL, Joseph. O poder do mito, SP, Palas Athena, 1990
  • FIERZ, Heinrich Karl. Psiquiatria junguiana, SP, Paulus, 1997
  • HILLMAN, J. O mito da análise, RJ, Paz e Terra, 1984
  • KERÉNYI, Karl. Os Deuses Gregos/Os Heróis Gregos, SP, Cultrix, 1994
  • SALAND, N. S. A Personalidade limítrofe, SP, Cultrix, 1989
  • VON FRANZ, Marie-Louise. Reflexos da alma, SP, Cultrix, 1992

 

6. Procedimentos e práxis da Psicologia Analítica –30 h/a

Ementa:
Aprofundar quanto ao uso de sonhos, contos de fadas, mitos, amplificação simbólica nas práticas dos profissionais de ajuda, além de priorizar as questões das práticas transdisciplinares e da utilização de técnicas e instrumentos projetivos utilizados pela abordagem junguiana.

Objetivos:
Subsidiar a práxis do referencial junguiano, nas diversas áreas de atuação profissional.

Bibliografia:

  • SAMUELS, Andrew. Jung e os Pós-Junguianos, RJ, Imago, 1989
  • SANFORD, John. Os sonhos e a cura da alma. SP, Paulinas, 1991
  • WHITMONT, Edward e S. Pereira. Sonhos um portal para a fonte,SP, Summus, 1995

 

7. Metodologia do trabalho científico 30 h/a

Ementa:
Conceitos básicos de metodologia científica. Ciências e conhecimento. Diretrizes para a leitura, análise e interpretação de textos. A análise textual, temática e interpretativa. Pesquisa e projeto de pesquisa. Subsídios para a elaboração de uma monografia.

Objetivos: Fornecer os elementos básicos necessários para capacitar o aluno para o trabalho científico, desde o desenvolvimento da pesquisa, análise de textos, elaboração de projeto, até os subsídios para a elaboração de uma monografia científica. Compreensão dos métodos correntes mais utilizados.

Bibliografia:

  • SEVERINO, Antônio Joaquim. Metodologia do Trabalho Científico, SP, Cortez, 2000
  • CHAUÍ, Marilena. Convite à Filosofia, SP, Ática, 1995

 

Atividades Complementares
Os alunos fazem, facultativamente, 100 horas de atendimento e 120 horas de supervisão de casos clínicos, extra muros acadêmicos. Todos os alunos participam de seminários com produção escrita e apresentação além da elaboração do projeto de conclusão de curso em grupo.

Controle de Freqüência
Por tratar-se de um curso voltado para análise, pesquisas e trabalho científico, a avaliação ocorrerá como ato contínuo no decorrer das aulas, somados a duas avaliações escritas, que acontecerão no meio e no final do curso, apresentação de seminários em grupo, com trabalhos escritos e expositivos e freqüência mínima de 85% das aulas, com controle presencial.

Trabalho de Conclusão
Produção de trabalho monográfico, em grupo, e em concordância com as normas técnicas da ABNT e do IJEP/FACIS.

 

Horas aulas 225
Atividades programadas 120
Atendimentos/Ateliê* 120
Metodologia Científica 30
Supervisão* 100
Total Geral 595

*facultativas

 

Anúncios

Transtornos do Desenvolvimento na Infância

Justificativa

O Ministério da Educação, através do ministro Fernando Haddad, em documento enviado à Presidente da República Dilma Russef, informa que para o ano de 2012, o Ministério prevê 6092 bolsas direcionadas ao Programa de Residência Médica, nas diferentes áreas das Ciências Médicas.

Na ocasião, informa ainda que para o Programa de Residência na área Mutiprofissional da Saúde, apenas 1174 bolsas estão disponíveis.

Frente a demanda existente para o ingresso em Programas de Residência Médica ou de Residência Multiprofissional na área da Saúde, o déficit nas condições de formar profissionais qualificados é evidente.

Atualmente, o país sob o ponto de vista social, passa por grandes transformações que obrigam as Instituições de Ensino Superior a estruturarem programas educacionais de visão ampla, muitas vezes quebrando paradigmas, para se obter resultados mais rápidos e eficazes na qualificação de profissionais para o atendimento na Saúde Mental da população.

O Programa Pedagógico do curso de Psiquiatria Infantil, foi elaborado para suprir à carência que os profissionais da área da saúde mental tem de conhecimentos teóricos de técnicos e procedimentos que podem ser usados no atendimento na área da saúde mental, tanto no serviço público quanto na iniciativa privada. O conteúdo pedagógico pretende também capacitar profissionais da área da saúde para desenvolver serviços de atendimentos multidisciplinares visando à saúde e bem estar do  paciente e de sua família.

Coordenador: Dr. Francisco Assunção

Titulação:  Prof. Dr. Francisco Baptista Assumpção Junior

Livre-docência.

Departamento de Psiquiatria da Faculdade de Medicina da USP.

OBJETIVOS

Fornecer instrumentos e técnicas para atuação do profissional de saúde na área da saúde mental tanto nos serviços especializados quanto em situações específicas de trabalho, como psicoterapia infantil, adolescente, terapia familiar e terapia ocupacional.

PÚBLICO-ALVO

Neurologistas, Pediatras, Psiquiatras, Neuropediatra, Médicos generalistas, Psicólogos, Assistentes Sociais, Fonaudiólogos, Terapeutas Ocupacionais, Enfermeiros.

Duração 24 meses – 1 sexta – feira e 1 sábado por mês

Aulas teóricas e práticas com ambulatório

Apresentação de monografia

 

Início: Abril/2014 (turma do 2° sexta-feira e sábado do mês).

Duração: 24 meses

Horário: sexta-feira – 14h às 22h / sábado – 9h às 18 h

http://www.facis.edu.br/index.php?sec=cursos&id=91&ref=transtornos-do-desenvolvimento-na-inf%E2ncia

Fisioterapia em Oncologia

O câncer é uma das patologias mais freqüentes no Brasil e é a que acarreta grandes distúrbios circulatórios, físicos e psicológicos, dentre outros. A carência de profissionais habilitados nesta área suscita uma grande demanda nacional.

Voltado à formação de profissionais capacitados na área em questão, o curso tem por objetivo oferecer aos profissionais, condições fundamentais necessárias para sua atuação clínica, dentro de padrões científicos, éticos e morais.

Ao final do curso, o aluno estará preparado para avaliar, diagnosticar a disfunção e tratar o paciente oncológico, através da fundamentação teórico-prática da fisioterapia aplicada aos diversos tipos de câncer, suas complicações e seqüelas decorrentes dos tratamentos oncológicos.

Coordenador: Profª. Dra. Angela Gonçalves Marx
Início previsto: FEVEREIRO 2013
Periodicidade: Ministrado um final de semana por mês, sempre no primeiro final de semana do mês, sexta (das 13 às 20 horas), sábado das 8 às 18h e domingo das 8 às 13 horas.
Público: Graduados em Fisioterapia
Carga Horária: 360 horas
Duração: 11 meses
Informações e matrículas pelo Email: linfoterapia7@yahoo.com.br
Conteúdo:

Módulo 1 – Fundamentos teóricos-técnicos

  • Anatomia e fisiopatologia do sistema linfático;
  • Carcinogênese;
  • Metodologia científica;
  • Ética e bioética;
  • Patologia dos tumores;
  • Diagnóstico em câncer;
  • Radioterapia;
  • Quimioterapia;
  • Tratamentos cirúrgicos do câncer.

 

Módulo 2 – Tratamentos do Câncer

  • Fisioterapia em oncologia;
  • Linfedema em oncologia;
  • Câncer de mama;
  • Câncer ginecológico;
  • Câncer de pulmão;
  • Tumores de cabeça e pescoço;
  • Urologia oncológica;
  • Tumores da infância;
  • Linfomas e leucemias;
  • Tumores cutâneos;
  • Tumores ósseos;
  • Outros tumores.

 

Módulo 3 – Outras Abordagens Terapêuticas em Oncologia

  • Psiquiatria e psicologia em oncologia;
  • Atendimento transdisciplinar em oncologia;
  • Cirurgia plástica e reparadora;
  • Transplantes medulares;
  • Dor e cuidados paliativos;
  • Humanização na saúde.

 
Informações e Inscrições

Secretaria FACIS
Tel: 11 5085-3141
E-mail: info@facis.edu.br

Apoio: ABFO – Associação Brasileira de Fisioterapia em Oncologia
Hospital Pérola Byington
GEF Grupo Especializado em Fisioterapia
www.linfoterapia.com.br

 

Terapia Ocupacional em Saúde Mental

Justificativa 
O Curso de Especialização Terapia Ocupacional em Saúde Mental parte da seguinte reflexão:
“a redescoberta do corpo humano, sobretudo, enquanto um corpo ocupacional”
O que significa tomá-lo como centro, como fonte da transformação do ambiente e de sua própria natureza.
O curso está concentrado no estudo da relação do desempenho ocupacional e os aspectos psicoafetivos, psicossociais, perceptocognitivos, sensoperceptivos e psicomotores. Nesta direção, visa preparar o profissional terapeuta ocupacional para uma clínica inovadora e crítica neste campo de atenção especial da profissão.

Objetivo
Promover o aperfeiçoamento do profissional, na área de especial atenção da Terapia Ocupacional (Saúde Mental), desenvolvendo uma visão ampliada da prática e da teoria relativa às bases cognitivas da profissão.

Coordenador: Prof. Mário César Guimarães Battisti
Início previsto: 22 Fevereiro/14
Periodicidade: Ministrado duas vezes por mês, das 9 às 17h. (aos sábados)
Público: Terapeuta Ocupacional
Carga Horária: 410 horas
Duração: 20 meses
Conteúdo:

Disciplinas/Módulos

  • Fundamentos de terapia Ocupacional em Saúde Mental;
  • Metodologia da pesquisa científica;
  • Didática e metodologia do ensino superior;
  • Introdução à CIF – Classificação Internacional de Funcionalidades e CIF para crianças;
  • Estudo combinado – CIF/desempenho ocupacional;
  • Estudo combinado – CIF/psicopatologia e cotidiano;
  • Corpo ocupacional percepto cognitivo;
  • Avaliação do desempenho ocupacional percepto cognitivo;
  • Intervenção clínica nas disfunções percepto cognitivas da pessoa criança, adolescente, adulta e idosa;
  • Corpo ocupacional psicossocial;
  • Avaliação do desempenho ocupacional psicossocial;
  • Intervenção clínica nas disfunções psicossociais da pessoa criança, adolescente, adulta e idosa;
  • Corpo ocupacional psicomotor;
  • Avaliação do desempenho ocupacional psicomotor;
  • Intervenção clínica nas disfunções psicomotoras da pessoa criança, adolescente, adulta e idosa;
  • Corpo ocupacional psicoafetivo;
  • Avaliação do desempenho ocupacional psicoafetivo;
  • Intervenção clínica nas disfunções psicoafetivas da pessoa criança, adolescente, adulta e idosa;
  • Corpo ocupacional sensoperceptivo;
  • Avaliação do desempenho ocupacional sensoperceptivo;
  • Intervenção clínica nas disfunções sensoperceptivas da pessoa criança, adolescente, adulta e idosa;
  • Avaliação em tecnologia de saúde;
  • Políticas públicas;
  • Epidemiologia e bioestatística;
  • Direitos curatelados e bioética;
  • Práticas integrativas.

 

Corpo Docente
Profa. Ms. Rita de Cássia Bittencourt
Prof. Ms. Mario Cesar Guimarães Battisti
Prof. Ms. Dagoberto Miranda Barbosa
Profa. Ms. Carlene Borges Soares
Prof. Ms. José Alberto Provenzano
Prof. Ms. Reginaldo Antolin Bonatti
Prof. Ms. Gustavo Salermo Quirino
Prof. Ms. Antonio Flavio Orlandi

Local matrícula
FACIS
Rua Dona Inácia Uchôa, 399 – Vila Mariana
São Paulo/SP
Tel: 11 5085-3141

Local do Curso

Avenida Paulista, 302 – em frente ao metrô Brigadeiro.

Investimento

Matrícula: Solicite informações na Facis

Mensalidade

até o dia 17-12-2013 – 18 parcelas de R$ 325,00

após o dia 17-12-2013 – 18 parcelas de R$ 350,00

http://www.facis.edu.br/index.php?sec=cursos&id=82&ref=terapia-ocupacional-em-sa%FAde-mental

Terapia Ocupacional em Saúde Funcional

Apresentação e Justificativa
O Curso de Especialização Terapia Ocupacional em Saúde Funcional parte da seguinte reflexão:
a redescoberta do corpo humano, sobretudo, enquanto um corpo ocupacional
O que significa tomá-lo como centro, como fonte da transformação do ambiente e de sua própria natureza.
O curso está concentrado no estudo da relação do desempenho ocupacional e os aspectos cognitivos, neuropsicomotores, musculoesqueléticos, relacionado à mobilidade dos membros superiores e à tecnologia assistiva. Nesta direção, visa preparar o profissional para uma clínica inovadora e crítica neste campo de atenção especial da profissão.

Coordenador: Prof. Mário César Guimarães Battisti
Início previsto: 22 Fevereiro/14
Periodicidade: Ministrado duas vezes por mês, das 9 às 17h. (aos sábados)
Público: Terapeuta Ocupacional
Carga Horária: 410 horas
Duração: 20 meses
Conteúdo:

Objetivo
Promover o aperfeiçoamento do profissional, na área de especial atenção da Terapia Ocupacional (Saúde Funcional), desenvolvendo uma visão ampliada da prática e da teoria relativa às bases cognitivas da profissão.

Disciplinas

  • Fundamentos de terapia ocupacional em saúde funcional;
  • Introdução à CIF – classificação internacional de funcionalidades e CIF para crianças;
  • Estudo combinado – CIF/desempenho ocupacional;
  • Estudo combinado – CIF/psicopatologia e cotidiano;
  • Corpo ocupacional neuropsicomotor;
  • Avaliação do desempenho ocupacional neuropsicomotor;
  • Intervenção clínica nas disfunções neuropsicomotoras da pessoa criança, adolescente, adulta e idosa;
  • Corpo ocupacional musculoesquelético;
  • Avaliação do desempenho ocupacional musculoesquelético;
  • Intervenção clínica nas disfunções musculoesqueléticas da pessoa criança, adolescente, adulta e idosa;
  • Corpo ocupacional e tecnologia assistiva;
  • Avaliação do desempenho ocupacional e tecnologia assistiva;
  • Intervenção clínica e necessidades de tecnologia assistiva da pessoa criança, adolescente, adulta e idosa;
  • Corpo ocupacional cognitivo;
  • Avaliação do desempenho ocupacional cognitivo;
  • Intervenção clínica nas disfunções cognitivas da pessoa criança, adolescente, adulta e idosa;
  • Corpo ocupacional e mobilidade de membro superior;
  • Avaliação do desempenho ocupacional e mobilidade de membro superior;
  • Intervenção clínica nas disfunções da mobilidade do membro superior da pessoa criança, adolescente, adulta e idosa;
  • Avaliação em tecnologia de saúde;
  • Políticas públicas;
  • Epidemiologia e bioestatística;
  • Direitos curatelados e bioética;
  • Práticas integrativas;
  • Metodologia da pesquisa científica;
  • Didática e metodologia do ensino superior.

 

Corpo Docente
Prof. Ms. Rita de Cássia Barcelos Bittencourt
Prof. Ms. Mario Cesar Guimarães Battisti
Prof. Ms. Dagoberto Miranda Barbosa
Profa. Ms. Carlene Borges Soares
Prof. Ms. José Alberto Provenzano
Prof. Ms. Reginaldo Antolin Bonatti
Prof. Ms. Gustavo Salermo Quirino
Prof. Ms. Antonio Flavio Orlandi

Local matrícula
FACIS
Rua Dona Inácia Uchôa, 399 – Vila Mariana
São Paulo/SP
Tel: 11 5085-3141

Local do Curso

Avenida Paulista, 302 – em frente ao metrô Brigadeiro.

Investimento

Matrícula: Solicite informações na Facis

Mensalidade

até o dia 17-12-2013 – 18 parcelas de R$ 325,00

após o dia 17-12-2013 – 18 parcelas de R$ 350,00

http://www.facis.edu.br/index.php?sec=cursos&id=81&ref=terapia-ocupacional-em-sa%FAde-funcional

Hora do Banho… momento de descobertas e aprendizado!

Criança munda da brincadeira

A atividade de tomar banho é uma grande oportunidade de proporcionar um momento de estimulação, interação e aprendizagem para o bebê.

No banho, tem-se a possibilidade de estimular a criança para um verdadeiro bate-papo com o adulto, seja em relação aos estímulos presentes no ambiente, aos objetos que estão por ali, seja em relação às partes do corpo. Além disso, o toque do adulto, em meio a água, pode trazer muitas sensações agradáveis e ajudar a criança reconhecer e desenvolver conceitos e noções corporais.

Além de ser uma situação de higiene, o banho é uma atividade individualizada que possibilita dispensar atenção especial para a criança, constituindo-se uma boa oportunidade para observar aspectos de seu desenvolvimento, tais como: se está atenta às brincadeiras; se ouve os sons; se já sustenta sua cabeça; se já permanece sentada apoiando sua mão na banheira.

Essa atividade, aparentemente só de cuidado, significa uma rica oportunidade educativa e de trocas afetivas. Os ambientes físico e emocional assume importância no processo de conquista da independência que se efetiva durante o primeiro ano de vida.

download

Dicas

Converse com a criança enquanto tira sua roupa e fralda. Explique para ela o que vai acontecer: “Vamos tomar um banho!”.

Durante o banho, ofereça objetos, chame a atenção da criança para as partes do corpo. Pergunte sobre a localização dessas partes e aguarde resposta. Se for o caso, ensine.

Aproveite a situação do banho para observar como a criança interage com os brinquedos durante o banho, como está seu nível de interação e comunicação com você; verifique também o desenvolvimento motor do bebê: ele já consegue sustentar a cabeça enquanto é banhado?

Em torno de seis meses, os bebês já conseguem ficar sentados, controlando o tronco, algumas vezes, entretanto, necessitam de apoio.

A partir dos 10 ou 11 meses, é possível verificar certo nível de colaboração: o bebê permanece em pé para ser banhado em alguns momentos, ajuda lavar o rosto, identifica as partes do corpo.

Eventualmente, para crianças que já andam, o banho coletivo pode ser uma oportunidade de interação, uma brincadeira gostosa entre os pares.

Prepare o banho e disponibilize brinquedos, esta é uma tarefa importante para as situações de aprendizagem dos bebês.

Banho: boa  oportunidade para se observar o contato olho-a-olho e o início das conversas: o bebê interage pelo olhar quando você conversa com ele? Ele acompanha o movimento de objetos de um lado para outro com os olhos (na horizontal e na vertical)? Você percebe que o bebê ouve o que você diz quando conversa com ele?

Livro: Desenvolvimento de bebês

Editora: Eduscar